IdeFácil

27 de dezembro de 2010

Romanos 14.17

"Porque o Reino de Deus não é comida e bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo"

Paulo como sempre resolve problemas com suas cartas, e não pode ser diferente com a carta mais doutrinária e cheia de vida como a de romanos. Carta essa que nos leva a refletir nos temas mais comuns até  temas que para nós humanos são por demais complexos, enfim, esta é a palavra de Deus simples em seu objetivo, mas eficaz no que lhe praz.

O capítulo 14 Paulo adverte quanto aos fracos na fé, por se tratar de uma igreja mista havia uma situação na qual os que comiam carne discriminavam os que não comiam. Esse discurso de Paulo se estende até o verso 12. 

Contudo, a chave se encontra no verso 17 que está transcrito em itálico acima. Paulo incita seus leitores a uma reflexão profunda acerca da sua atitude frente aos irmãos que comem e os que não comem, a lembrar que Cruz é maior que qualquer ato cerimonial ou ritual, porque o reino é manifestação da justiça de Deus na pessoa de seu filho na Cruz, satisfazendo a justiça de Deus por nós. É justiça de Deus aplicada na pessoa de Jesus e o simples fato de crer nele, me faz obter essa justiça. Portanto, ter nos umbrais do coração o sangue do cordeiro para se ver livre da justiça de Deus é ir mais além do que um simples alimento.

Através da justiça de Cristo na Cruz podemos obter Paz, não é paz do complexo do alemão, embora seja um tipo de paz;  uma paz que não só excede ao entendimento, mas uma paz que nos faz ficar isento de uma dívida com o Eterno. Você já provou essa paz?

Como resultado dessa paz sentir uma alegria infinda que não pertence a essa mundo, mas que é a alegria do próprio Deus em nós, pois é do Próprio Espírito Santo.

O Reino é a trindade morar dentro de você por intermédio da pessoa do Espírito Santo.

Soli Deo Gloria
Jessé Almeida.